domingo, 8 de junho de 2014

Asas

É dentro da total solidão
Que existe a plena liberdade
Mesmo dentro duma prisão
O sonho é dono da verdade.

Mas eu partilho essa condição
Estou melhor preso ao calor
Da mão amiga feita razão
Em coração habitado pelo amor.

Ser livre sem esse sentimento
É viver sem alma, é estar perdido
É voar cego, directo ao sofrimento.

Para que quero asas, em chamas ardido?
Se o meu mundo é feito de sabores
Onde têm de permanecer todos os cheiros,
sons e cores!

LM_domingo, manhã, 6/out/2013



Sem comentários:

Enviar um comentário