terça-feira, 10 de junho de 2014

"INDIA"

Fui ver a tua casa
Antiga
Bem perto da minha
Perdida
E veio-me à lembrança
Amiga
A tua voz
Sentida
A cantar uma canção
Antiga
Numa tarde parada
Em que escurecia
Mas a hora ficava
E não amanhecia

Era a voz Bahiana
Melódica
Que me comovia
E ouvia
Aquela canção
Preso à tua mão
Pela tarde que se ia
Como se já fosse outro dia
E o mundo parasse
Acabasse
Onde eu me perdia

Por junto ao regaço
Dava-te um abraço
Sentia o teu laço
E tarde comia
Porque adormecia
No amor que sentia
E a ti pertencia.


LM_10.Dez'97


Sem comentários:

Enviar um comentário