domingo, 8 de junho de 2014

Kwanza

um velho coqueiro tombado
servindo de banco na margem
rio da minha passagem
áfrica na noite sentado
cheiros dum sonho pasmado
nas costas um velho navio encalhado
e o cais sem uso contando histórias
ferrugem do tempo a servir memórias
'dalatando´no cruzar de caminhos
de nós ainda meninos.


LM_30.maio.2013


Sem comentários:

Enviar um comentário