quinta-feira, 17 de julho de 2014

sem margens

luís castanheira
Amor... amor bravio
indomado
puro e desarvorado
corre nas veias como um rio.



Sem comentários:

Enviar um comentário