segunda-feira, 25 de agosto de 2014

luzes na escuridão

o que dizem os teus olhos
em voos de assombração?

trémulas luzes vertidas
em dois planetas de mar
que não querem navegar

perscrutam o meu coração
nas memórias já perdidas
planam como dois faróis
em ausências já sentidas
nas sombras de extintos sóis.





Sem comentários:

Enviar um comentário