quarta-feira, 5 de agosto de 2015

6 de agosto

fazes anos, meu pai, amanhã 
num dia que para ti seria alegria
mas para outros já amanhã 
não haveria. lembro-me sempre
e em cada ano fico alegre e comovente
mas também triste por teres nascido
na data em que o mundo parecia perdido.

Sem comentários:

Enviar um comentário