quarta-feira, 30 de novembro de 2016

simples, o tempo

há um tempo de falar
e um tempo de calar

há um tempo de ouvir
e um tempo de escutar

há um tempo de vêr
e um tempo de olhar

há um tempo de aprender
e um tempo de compreender

entre o tempo de nascer
e o tempo de morrer...

e todo o tempo é tempo
no tempo de viver.




4 comentários:

  1. O tempo é energia viva na impermanência e transcendência
    dos instantes!...
    Um poema tão belo e filosofia pura, caro Poeta.
    Amigo Luís, encantada com todos os teus espaços de arte
    e bom gosto, com mais tempo e calma irei voar, ler e
    absorver toda esta arte de qualidade que tu generosamente
    partilha. Muito grata!
    Todo mês de dezembro dou uma breve pausa no meu blog,
    quando retornar voltarei em todos os teus espaços
    para respirar esta arte de qualidade que eu aprecio
    muito e admirável o teu talento, amigo!
    Beijo e abraço de paz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um beijo Amiga, um Bom Natal e Ano Novo Feliz. (antecipado mas intensos, os votos)

      Eliminar
  2. Luis
    que palavras melodiosas, e tão bem estruturadas.
    gostei tanto.
    bom fim de semana.
    beijinho
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Igual bom fim-de-semana para si,Piedade Araújo Sol (mesmo com chuva...)
      Um beijo amigo.

      Eliminar