sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

delito de opinião


desenho


delito de opinião
(...e se eu fosse luaty beirão)

e se eu fosse livre
de corpo como o sou de espírito
olharia as estrelas
sem os quadrados ferrosos da agonia.
o pátio encharcado de pés 
que se cruzam de lés-a-lés
com a imagem de folhas
aos ventos  retidas
no pátio das ilusões.

o sol deita-se mas o meu deitar é em pé dormitar, espreitanto a escuridão que me rodeia
nesta injusta cadeia.

o claustro vazio criado
pela a ausência forçada 
deixa a nostalgia  dum tempo
de utopia
mas também a esperança
doutro dia.

este livro que vos deixo
escrito nesta prisão
aos meus olhos era fogo
em folhas incendiadas
de amor e de paixão
contra o sofrimento do povo
meu irmão.

não mais calarão minha voz desejosa da razão
não mais o medo das esquinas me deixará perdido na escolha do caminho.

não mais...

havemos de ser livres
e poder-mos ter opinião!



Sem comentários:

Enviar um comentário