quarta-feira, 24 de maio de 2017

horizontes

o sentido da vida
e o marejar
em tanto mar...

o despertar 
a um olhar
a onda que vem
a onda que vai...

o amor que se tem
num mundo de desdém...

e o cansaço
tanto
o cansaço
que asfixia
no indesejado abraço...

mas o sonho é isso
no rosto duma criança
o sorriso.

a recompensa
a esperança
e a certeza
que um amanhã
fará diferença
pelo bater da poesia.


1 comentário:

  1. que belo este "horizonte" onde a poesia é uma tábua de salvação para a vida
    gostei muito!
    :)

    ResponderEliminar