segunda-feira, 24 de julho de 2017

[...]

- ao lado do passeio, há um carreiro
... e todos vão pelo primeiro!

frágil poema este 
nascido duma pena
e arquitectura
sem ideia ou lema.

corpo de sombras
exposto 
sem qualquer leitura.


Sem comentários:

Enviar um comentário