segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

novembro

e a noite caiu fria
e eu disse-te 
não deixes o sol fugir

agarraste a sombrinha
e saíste 
com medo das estrelas

agora sigo o teu rasto
e guio-me
pelo brilho dos teus passos.

LuísM_04.12.2017

2 comentários:

  1. Bom dia. Passando para me deliciar com as suas publicações. É maravilhoso o seu blogue. Gostei muito da sua poesia. Doce e maravilhosa..
    .
    Tema de hoje

    Manhã, nascer do sol, solfeja a cigarra no arvoredo
    .
    Deixo cumprimentos poéticos.
    .

    ResponderEliminar
  2. Maravilhosa sintonia poética entre os versos.
    .
    Escrevendo versos ( Poema Livre)
    O GRITO DO SILÊNCIO DOS AFLITOS.
    .
    Que a luz da Paz, ilumine o seu coração
    Bom dia/Boa tarde/boa noite.
    .

    ResponderEliminar