segunda-feira, 26 de setembro de 2016

o sorriso

por um sorriso...

houvesse no teu rosto
no claro dia da manhã
um largo sorriso posto

e serias tu... 

um pecado recatado
no beijo ancorado
a emoção sentida
de carícias sem medida
desenfreadas 
como cavalos em corrida.

e serias tu...

as nossas peles cansadas
suadas
das inscrições digitais
nos mapas ancestrais
abertos ao meu mundo
com estrelas em fundo
orientando o desejo...

e serias tu...

no início desse beijo.